segunda-feira, 4 de abril de 2016

PRIMEIROS PEDAIS DE ABRIL

Apesar de estarmos no Outono a temperatura continua alta por aqui e desta forma muitos ciclistas ainda estão ausentes das trilhas dominicais incluindo ai as mulheres que debandaram geral aparecendo uma ou outra lá uma vez perdida, mas apesar disto o grupo não para, no mês passado mesmo em pleno Verão e com altas temperaturas a quilometragem oficial do grupo no mês de março foi de 504,5 km pedalados mas este número não é preciso, ele pode ter sido bem mais alto já que não chegou até a redação deste blog informações sobre vários pedais que aconteceram e desta forma a quilometragem destes não entra aqui na contagem oficial. Nesta postagem vocês ficarão sabendo de tudo o que aconteceu nos primeiros pedais deste mês de abril, mês em que os Amigos do Pedal completa cinco anos de fundação.
 


Trilha Noturna da Sexta-feira 01/04/16
Na programação oficial contava para esta data a Trilha Noturna dos Cachorros e como segunda alternativa a Trilha Noturna Belo Jardim/Tacaimbó, mas pelas poucas informações que chegaram até esta redação não aconteceu nem uma e nem outra, na verdade a galera optou por outro roteiro mas infelizmente não foram envidas fotos ou maiores detalhes sobre este pedal.





 


1ª Trilha do Domingo 03/04/16
Trilha Cachoeirinha/Tacaimbó/Belo jardim
Este pedal contou com a participação de três ciclistas e teve um percurso total de 75 km, mas os ciclistas que participaram da mesma gostam de pedalar num ritmo mais pegado e sendo assim não costumam parar para tirar fotos, as únicas fotos desta trilha foram tiradas ainda na concentração quando a equipe ia iniciar o pedal. deixo aqui os parabéns aos três guerreiros.




 


2ª Trilha do Domingo 03/04/16
Trilha Araçá/Taboca do Monte
Esta trilha contou com a participação de quatro ciclistas, eu Geovane, Samarone, Guilherme e um outro amigo que andava ausente dos pedais o qual esqueci o nome e por isso desde já peço desculpas ao mesmo. Foi um ótimo pedal mas como podemos conferir a situação do nosso município em relação a água esta feia, o único banho que tomamos foi de chuveirão no Bar do Pina porque a água na Bica Espalhadeira e nos Canos da Adutora de Tabocas estava muito pouca. O percurso total deste pedal foi de 30 km. As fotos deste pedal ficaram por minha conta (Geovane) e por conta do ciclista Guilherme.


  
  

Este roteiro não é conhecido por boa parte dos ciclistas, mas é um roteiro muito bom de ser pedalado, em toda a sua extensão o verde predomina e passamos por muitas árvores frutíferas, mas apesar de ser uma trilha relativamente curta este não é um pedal leve, o mesmo se enquadra no nível intermediário porque tem duas longas e íngremes subidas e alguns trechos bastante técnicos e portanto é necessário que o ciclista tenha uma boa técnica de pedal e se for um iniciante desça empurrando a bike para não se acidentar. Em tempos de fartura de água temos duas ótimas opções de banho, mas no momento crítico que a nossa cidade está passando isso não foi possível.
  
  

Gente este bar é do Seu Nego, ele que é o dono do Bar da Codorna lá na Serra da Balança, o mesmo fica as margens do Escorrego da Espalhadeira, o mesmo é muito organizado, higiênico, tem uma boa área para estacionamento e um ótimo acesso, já em relação aos preços praticados em conversa com alguns frequentadores é um preço justo, lá eles oferecem codorna, ovo de codorna, xerém com galinha, arrumadinho, macaxeira e mais algumas outras iguarias é uma ótima opção para quem passar por aqui. Ele é o concorrente direto do Bar do Irineu que fica na outra margem próximo ao poço que como todos sabem é um ambiente legal, o Sr. Irineu é uma boa pessoa mas os preços praticados são astronômicos e por isso mesmo nós deixamos este bar de lado e não o recomendamos. 
  

Nesta singela casa funciona o Bar do Pina que apesar da desorganização é um lugar bem agradável com uma comida muito gostosa feita pela esposa do Pina com muito carinho e com higiene, o precinho aqui é bem camarada e quem aqui parar ainda pode tomar aquele banho de chuveirão, o Pina é uma ótima pessoa e tem um bom papo, nós não só recomendamos como fizemos questão de mais uma vez parar a saborear aquele xerém com galinha, mas aqui também é oferecido peixe frito, piabinha, mocotó, arrumadinho e bisteca de boi e de porco. Deixo aqui um abraço para o amigo Pina e os parabéns para a sua esposa a Solange pela ótima comida.
  

Como já relatei a pouco este roteiro oferece aos ciclistas uma ótima oportunidade de conhecer belíssimas paisagens, o ar puro impera e o verde está por todo lado e o ciclista Guilherme registrou muito bem isto com belas fotos. É impossível fazer esta trilha sem parar por alguns instantes para apreciar as belezas deste belo roteiro.



  
   
   
   

No início dos relatos deste pedal eu falei que este roteiro tem muitas árvores frutíferas e os pés de manga e de caju dominam a paisagem, só que a safra de caju por aqui este ano foi fraca e quase não se encontra caju mais por aqui, mas em compensação os pés de manga estão carregados e nós ganhamos algumas mangas e manguitos neste pedal o que foi bem legal






 

Bem pessoal quem pratica o Mountain Bike sabe que este é um esporte de risco e como tal por mais experiência que nós tenhamos em algum momento estamos sujeitos a sofrer uma queda mais forte e se machucar e nesta trilha o premiado fui eu Geovane, mesmo com mais de vinte anos de experiência e pedalando sempre com cuidado fui ao chão e sofri algumas escoriações, principalmente nos joelhos, mas estou bem não precisa ninguém se preocupar, sem contar que estava usando todos os equipamentos de proteção (luvas, capacete e óculos). O tombo aconteceu quando o pneu dianteiro entrou numa vala e eu tentei tirar, só que a caneta da bike havia folgado e eu não percebi e ao invés de tirar a roda da vala o guidão virou e eu perdi o equilíbrio, depois da queda apertei um pouco o guidão e retomei o pedal, mas hoje amanheci sentindo muitas dores em um dos joelhos, mas já estou me cuidando. Nas fotos abaixo vocês poderão ter uma ideia de como estou.
 
 v 

 

ACOMPANHE NOSSAS AVENTURAS TAMBÉM PELO FACEBOOK
Clicando neste link vocês terão acesso direto ao nosso grupo no face e lá poderão conferir todas as fotos que foram tiradas nos nossos pedais do dia a dia. Clique e confiram porque vale a pena.


Por: Geovane Bezerra 

Um comentário:

  1. Hugo Pontes de Alcântara - Juazeiro da Bahia8 de abril de 2016 06:32

    Faz algum tempo que não dava uma olhada aqui no blog, mas gostei do que vi ao olhar hoje, é sempre bom saber que existem pessoas realmente interessadas em se manter em atividade e para isso nada melhor do que um bom pedal, parabéns ao grupo e ao amigo ciclista que sofreu estea queda desejo uma rápida melhora e que ele mesmo sendo experiente procure ver onde errou e tente corrigir este ou estes erros porque rejamente o nosso esporte é de risco e temos de tomar cuidado sempre, não dá para se descuidar

    ResponderExcluir