quarta-feira, 7 de junho de 2017

CONHEÇAM O INACREDITÁVEL PNEU QUE NÃO FURA

Quem possui ou já possuiu uma bicicleta e que nunca teve um pneu furado que atire a primeira pedra. Um dos problemas mais comuns que qualquer ciclista é sem dúvida ter um pneu furado, seja durante um simples passeio de final de semana, seja no deslocamento para o trabalho ou para aqueles que são adeptos do Mountain Bike, durante alguma trilha, mas está chegando no mercado um produto altamente revolucionário, trata-se de um pneu que segundo os seus inventores não fura nunca e ainda por cima tem uma boa durabilidade. Nesta potagem vocês irão conhecer este revolucionário pneu, lembrando a todos que todos os créditos pela matéria deve ser dirigidas ao site Ride Mountain Bike que foi de onde extraímos o texto abaixo. Nosso intuito ao repassar esta matéria aqui neste blog é apenas a de manter você internauta amigo e amante do ciclismo bem informado, mas é de suma importância valorizar o trabalho dos demais sites e blogs e dos seus referidos profissionais e por isso mesmo deixamos bem claro que todos os elogios ou possíveis críticas devem ser dirigidas ou dirigidas aos autores do texto e ao site de origem.



Furar um pneu é um aborrecimento para qualquer ciclista. No entanto, esse ônus pode estar perto do fim, porque uma empresa chamada Nexo, baseada em Utah, nos EUA, pode ter criado a solução perfeita para o caso.


Trata-se de um pneu feito de polímeros de silicone, que não precisa de ar e nunca fura. Por causa de sua composição, oferece um equilíbrio perfeito, grande resiliência e durabilidade. É vendido em duas formas diferentes, um que possui vida útil de 5 mil quilômetros e outro com durabilidade de 8 mil quilômetros.
Para criar os produtos a empresa usou um único material. Considerando que 10 milhões de toneladas de pneus de bicicletas e tubos são descartados a cada ano, certamente a Nexo deu um passo na direção certa. A marca foi montada por três amigos de infância, Ryan, Jake e Dave, que são donos de uma loja de bicicletas. “Por anos vimos milhares de pneus furados, este é o motivo número um pelo qual nossos clientes nos procuram. Nós odiamos pneus furados, você odeia pneus furados, todo mundo odeia pneus furados”, disse Ryan.
Graduados em Desenvolvimento de Produtos, Gerenciamento de Projetos e Relações Internacionais, eles se aventuraram em busca de um design de pneu de bicicleta que não fosse dependente de câmaras de ar, mas que fosse parecido com o modelo convencional. Além de tudo, o produto pode ser reciclado mais facilmente. O material escolhido foi o polímero de silicone, fácil de produzir e reciclar e significativamente mais leve do que borracha. Eles variam entre 370 e 630 gramas e não precisam ser enchidos com ar.
A desvantagem do produto é que ele não é ideal para corridas, mas pode ser perfeito para treinamentos. Não deve ser utilizado para a prática de mountain riding, uma vez que não possui muito amortecimento, e derrapar com ele também não é uma opção, pois o atrito pode danificar o material.
Outro problema é que, por enquanto, os pneus são vendidos apenas nos EUA, mas a empresa já está pensando em ampliar o sistema de entregas em nível internacional em breve.


UTILIDADE PÚBLICA
Barragem Engenheiro Severino Guerra
(Barragem do Bitury)
  
Graças as chuvas que caíram na última semana do mês de maio a nossa querida Barragem do Bitury que estava completamente vazia, sem um pingo de água encontra-se hoje com cerca de 3% de volume de água, o que é ainda muito pouco para fazer com que a COMPESA volte a abastecer a cidade com água nas torneiras, mas já trás esperança de dias melhores com certeza.
Diante disto quero aqui deixar um alerta para todos. Pedalando a alguns dias atrás no entorno da referida barragem me deparei com muitas pessoas se divertindo tomando banho dentro da mesma e quero aqui chamar a atenção das autoridades para este fato pois no período de seca em toda a extensão da bacia da barragem foram cavados vários poços em busca de água, alguns deles bem fundos o que oferece um risco eminente para os banhistas, com destaque para um poço muito fundo que foi aberto ao lado da passagem molhada que leva a Taboquinha, este poço foi aberto para usar a sua água num plantio que existe numa propriedade ali ao lado e exatamente neste canto onde ele foi feito os pescadores amadores costumavam pegar peixes (na sua maioria Pial), bem como no momento não tem peixe para ser pescado o perigo fica por conta de quem se arriscar a tomar banho ali, principalmente as crianças, então vamos ficar atentos e tomar cuidado para que não venha a ocorrer algum afogamento. Fica aqui o nosso apelo ao bom senso por parte de todos e a nossa colaboração para com as autoridades no sentido de alertar as mesmas para que tomem as devidas providências cabíveis.

Barragem Velha

Como está bem destacado na imagem acima a Barragem Velha foi literalmente divida ao meio por uma cerca colocada sabe-se lá por quem e com qual finalidade. Como todos sabemos mesmo sem água e mesmo sabendo que as águas da mesma quando cheia não serve para o abastecimento público a mesma continua a ser uma barragem e mesmo não sendo uma autoridade eu creio que esta cerca é algo totalmente irregular e que deve ser retirada daqui ou então estarei pretenso a concluir que a partir de agora a Barragem Venha deixou de ser propriedade do Governo e passou a ser propriedade privada de quem é que é a pergunta, mas a lógica aponta para os proprietários das propriedades localizadas ao lado. Estamos aqui fazendo esta denúncia e esperamos que as autoridades de direito tomem as devidas providências porque só aqui em Belo Jardim acontece coisas deste tipo. estaremos de olho e se esta cerca não for retirada voltaremos a abordar este assunto se assim for necessário. deixando bem claro que não estamos aqui acusando formalmente ninguém, apenas mostrando que a cerca existe e que alguém a colocou lá e que é dever das autoridades localizar a pessoa que solicitou a colocação desta cerca e providências a sua retirada o quanto antes. 




Por: Geovane Bezerra

2 comentários:

  1. Também notei esta cerca e achei estranho. Também gostaria de saber do que se trata.

    ResponderExcluir
  2. Victor Santos - São Caetano PE12 de junho de 2017 15:21

    Achei a matéria bem interessante e gostei da sinceridade com que vocês trataram o assunto deixando bem claro que estavam apenas repassando o assunto, mas que quem deveria ser merecedor dos eventuais elogios deveria ser os autores e o site de origem e é isso que eu chamo de ética. Parabéns.

    ResponderExcluir